A importância do Retrato

O retrato é muito importante para a humanidade.
A história mundial tem nos trazido ao longo dos séculos muitos retratos que nos ajudam a interpretar o nosso passado.
No futuro seremos nós fotógrafos recordados através dos retratos que efectuamos agora.
É tempo de pensar, como será que os nossos colegas do futuro, irão ver o nosso trabalho.

Retrato

Um retrato é uma fotografia, pintura ou outra representação artística de
uma pessoa. O mais famoso exemplo de um retrato é a pintura La Gioconda de Leonardo da Vinci.
Um retrato não representa apenas a pessoa em determinado momento da sua vida, mas, sim, focando a sua atitude, vestuário e estilo pessoal, representa uma época. O retrato ajuda assim, historiadores, psicólogos e até designer de moda.
Um bom retrato é mais do que um mero registo de um rosto.
O retrato não é apenas a representação de um ser humano, é a declaração de quem é fotografado.
Para se conseguir representar a alma de quem é fotografado, tem que se ser inventivo e procurar a expressão, atitude e tecnicamente a luz correcta.

Os fotógrafos que se especializarem no retrato clássico têm de aprender com os artistas plásticos, a famosa regra dos terços.

No retrato clássico, a regra dos terços diz que:

Não se pode fazer retratos sem ter em conta o carácter nem o estilo do sujeito. Um bom retrato deve transmitir o estado de animo da pessoa retratada.
É importante observar com atenção a pessoa que se pretende fotografar, tentar perceber a sua personalidade.

Há muitas formas de ressaltar a fisionomia da personagem jogando com a luz, o fundo, a perspectiva e a composição.

No caso da luz, é importante que o sujeito tenha sombras na cara que ressaltem as suas feições, caso contrário, aparecerá uma cara "plana" sem relevo. Uma luz lateral pode ajudar.

No caso do fundo, não deve ter muita importãncia, uma profundidade de campo pequena pode desfocá-lo, desta forma ressaltar-se-à o sujeito.
Há duas formas de diminuir a profundidade de campo, aumentar a abertura de diafragma (número f baixo), e aumentar a distância focal (zoom ou tela) .
É necessário ter em conta que. aumentando a distancia focal com o zoom ou tela-objectiva modificamos também a perspectiva.

A objectiva perfeita para o retrato de rosto é de longitude focal igual ao dobro da diagonal do formato do fotograma, (80 -100mm para o formato 24x36). A tela-objectiva, evita as distorções da perspectiva ( o nariz pronunciado) provocadas pela aproximação excessiva da câmera fotográfica ao rosto.

Composição, deve tratar-se o sujeito de forma que ocupe boa parte da imagem.
Nos retratos a cara deve ocupar quase toda a imagem. É recomendável que se vejam pelo menos os ombros da pessoa.

Iluminação